E aí, galera! Como vocês estão? Estou aqui para contar como foi o meu Dia 2 do Start Up do BSOP Millions. Infelizmente, uma infecção gastrointestinal me pegou de jeito e acabou me deixando fora de combate no BSOP, pelo menos até segunda-feira. Meu plano era jogar um satélite do Main Event e o Big Stack Turbo com R$ 300 mil garantidos de ontem. Mas vamos ao que interessa!

Editor do GipsyTeam e da Card Player mostra a experiência de um jogador recreativo na maior série de torneios da América Latina.

Leia

Depois do fim do Dia 1 do Start Up (que terminou lá pelas 3:30), encontrei meus amigos Pedro Caio (pcayo), um dos donos do Simba Poker Team, Otto Rollim e Victor Andreoletti, jogadores do time que fizeram heads-up no 10 milhões GTD da Suprema, um dos três principais aplicativos de poker. Mais tarde, o Victor ainda chegaria à mesa final do Start Up. Ficamos batendo papo até o sol nascer, discutindo mãos, falando sobre a vida, filhos, casamento... Foi um momento muito bom para relaxar.

Classificação dos jogadores
4.2
Jogadores online
1,000
Bônus de depósito
100% até $2,000
Cliente Mobile
Softwares auxiliares
Outros
Jogadores amadores dos EUA
Rake races regulares
Bônus do GipsyTeam
Ajuda com saques e depósitos
Bônus para jogadores ativos
Classificação dos jogadores
4.5
Jogadores online
1,000
Bônus de depósito
100% até $2,000
Cliente Mobile
Softwares auxiliares
Outros
Jogadores amadores dos EUA
Rake races regulares
Bônus do GipsyTeam
Ajuda com saques e depósitos
Bônus para jogadores ativos
Código promocional GT
Cadastro
Classificação dos jogadores
4.9
Jogadores online
3,500
Bônus de depósito
100% até $600
Cliente Mobile
Softwares auxiliares
Outros
Rakeback alto
Rankings diários
Satélites para séries de torneios em todo o mundo
Bônus do GipsyTeam
Acesso a promoções exclusivas
Pagamentos adicionais para jogadores ativos

Quando finalmente voltei para o hotel, aproveitei para tomar um café da manhã reforçado e acabei indo dormir por volta das 8:30. Acordei às 12:30, tomei um banho revigorante e fui para o torneio.

Start Up – Dia 2 – 17/11/2023

Dormir pouco nunca é o ideal para jogar torneios ao vivo, mas sempre há exceções. E dessa vez, posso dizer que valeu a pena. Tomei um café da manhã tranquilo e tive uma conversa agradável com amigos, o que me deixou relaxado. Além disso, no Dia 2 de um torneio com uma estrutura apertada, a adrenalina não deixa o sono chegar (pelo menos no meu caso). A cada momento, são tomadas decisões importantes e o risco de ser eliminado está sempre presente.

O torneio começou pontualmente às 14:00 e, na minha mesa, havia três jogadores com stacks menores. Os blinds estavam em 4.000/8.000 com BB ante, e eu tinha 192.000 fichas. Havia um jogador com 23 mil, outro com um pouco menos de 100 mil, um argentino com mais de 400 mil e o restante estava mais ou menos na mesma faixa de fichas.

O primeiro jogador a ser eliminado da mesa foi aquele com 23.000 fichas, por uma jogadora regular de Sorocaba chamada Andressa Lincoln. O short foi all-in do UTG com QTo, e ela fez um 3-bet do CO com KTo. Ninguém pagou, o bordo não trouxe surpresas e ela poderia abrir um envelope com um prêmio mais tarde.

A minha jornada no torneio começou como uma montanha-russa louca. Comecei roubando alguns blinds e ganhando um pote com um resteal. Mas logo em seguida, perdi um pote considerável para o meu stack. No entanto, consegui me recuperar com um check-shove no turn, em que eu tinha top pair, contra o chip leader.

As eliminações estavam acontecendo em um ritmo frenético no torneio. Em apenas uma hora, dos 579 jogadores iniciais, restavam menos de 400. E então, chegou o momento fatídico. Andressa Lincoln fez um mini-raise do UTG. Duas posições à minha esquerda, eu abri (os mesmos do dia anterior) e decidi ir all-in com 160 mil fichas. Logo em seguida, um jogador que havia se juntado à mesa recentemente também foi all-in com cerca de 180 mil fichas. Andressa tinha mais fichas do que nós dois e pagou muito rápido sem esconder a euforia.

Como era de se esperar, ela tinha , enquanto o jogador ao meu lado tinha . O flop não trouxe nada de relevante e Andressa conseguiu um nocaute duplo, alcançando a incrível marca de três eliminações em menos de duas horas. Eu acabei caindo por na posição 360 (ou algo assim) e levei para casa R$ 1.050, menos da metade do que eu havia investido nas duas entradas. O pior de tudo foi a frustração de ser eliminado sem sequer abrir um envelope. A título de curiosidade havia dois envelopes de R$ 100.000 em jogo.

Andressa Lincoln empilha títulos no Summer Festival do WPT Global | CardPlayer.com.br - Revista online de poker
Minha algoz, Andressa Lincoln

O Start Up, como mencionei anteriormente, é um torneio incrível para jogadores recreativos, mas pode ser bastante frustrante para aqueles que não conseguem eliminar seus oponentes. Para os jogadores profissionais, é um torneio que pode não valer tanto a pena. Houve casos de jogadores que ficaram entre os 100 primeiros, mas não conseguiram nenhum nocaute e praticamente não lucraram nada.

No entanto, a verdadeira beleza do torneio está na emoção de abrir os envelopes. Claro, ganhar o torneio e levar para casa um prêmio de R$ 260.000 é incrível, mas é bom lembrar que vencer um torneio com quase 4 mil participantes também requer uma boa dose de sorte.

Bem, pessoal, provavelmente estarei de volta na segunda-feira para jogar o Dia 1E do Main Event. Vou dar dois tiros no evento principal da série, um total de R$ 8.000. Desejem-me sorte!

Saldo do Na Mesa com o Editor

Torneios jogados: 1
ITMs: 1
Buy-ins: R$ 2.400
Lucro/Prejuízo: – R$ 1.350