Daniel Negreanu apareceu recentemente no podcast de um dos proprietários do Hustler Casino Live, Nick Vertucci. A conversa acabou sendo muito legal.

— Bem-vindo ao show de Nick Vertucci! Lynne Ji e Daniel Negreanu estão comigo! Obrigado por ter vindo, cara, como você está?

– Tudo bem, e como você está?

– Ótimo! Vamos direto ao ponto, quero começar com o seu ano de 2023 no poker. Tenho as estatísticas da WSOP aqui. Você perdeu $740.000? Eu não estou brincando! Só acho importante que os outros jogadores saibam que mesmo um profissional do seu nível pode ter um desempenho tão ruim.

— Acho que foi um ótimo episódio, ha-ha! A WSOP consiste simplesmente em torneios com buy-ins que variam de $300 a $250.000. E assim você joga o torneio de $300, fica em 30º lugar e recebe $1.500. Bem, quem pode dizer que esta não é uma deep run e um resultado legal? Fiz ITM em 20 dos 70 torneios, nada mal. Mas joguei um torneio de $250.000 e dois de $100.000 em que não ganhei nada. Então, no final, três torneios praticamente decidiram tudo. No ano passado, fui ainda pior na WSOP, mas no final do ano ganhei o Super High Roller Bowl de $300.000 (recebi $3,3 milhões). Antes disso, eu estava no vermelho por $1,1 milhão e terminei o ano com lucro de $1,6 milhão. Em 2023, estou novamente no vermelho por cerca de um milhão.

— $3,3 milhões em um torneio, é uma boa quantia de dinheiro por hora!

– Sim, conseguimos salvar o ano. Sou literalmente o único que publica abertamente os resultados todos os anos. Desde 2013 só tive um ano negativo; em 2015 ou 2016 perdi um milhão. Vamos ver como este ano termina, ainda há espaço para recuperar – a WSOP Europa ainda vai acontecer. Em geral, muitos jogadores importantes perderam muito mais do que eu este ano, acredite. Eles simplesmente não falam.

— Há quanto tempo você está no jogo? 20 anos e meio?

– Aproximadamente 30 anos.

– E ainda no topo! Poucas pessoas podem se orgulhar disso; você claramente sabe algo sobre este jogo. Que conselho você daria aos iniciantes que estão pensando em iniciar uma carreira no poker?

— Bem, quando comecei, o mundo do poker parecia completamente diferente. Tudo o que você podia fazer era sentar e jogar em uma mesa até ficar com a bunda dormente. Hoje, os jogadores começam online – e muito mais rápido do que nós, idosos, eles aprendem o que é longo prazo e variância. Mas mesmo nessas condições, pode ser difícil determinar o seu nível real. Muitas pessoas confiam há anos que são bons, embora na verdade não o sejam (e o contrário também acontece). A variância é enorme. Quando eu estava me preparando para a partida contra Polk, meus treinadores e eu assistimos a várias simulações. Dois bots absolutamente idênticos jogaram 10 milhões de mãos – e no processo, ambos tiveram downswings de 90-100 buy-ins. Dois bots idênticos!

– Uau!

– Quando algum jovem jogador popular ganha um torneio, a imprensa escreve sobre ele, todos o admiram. Ok, legal, muito bem! E então você olha para as mãos principais que ele ganhou – e há apenas flips. Ou seja, um river diferente e os jornalistas fariam matérias com outro jogador.

Pessoalmente, tento sempre manter uma check list em minha cabeça. Algo assim:

1. Qual a frequência que estou atrás no showdown?

2. Quanto dinheiro perdi dando call no river?

3. Eu sempre estou jogando short?

E se isso não aconteceu, irei com calma para o próximo torneio. Em geral, perder não é apenas normal, mas também útil. Somente downswings podem fazer você tomar alguma atitude. Quando você ganha, você não se importa por quê? Na vida, aliás, é a mesma coisa. Você sempre precisa de um incentivo para parar de seguir as mesmas linhas.

– Eu tenho a mesma história! Nas primeiras sessões ganhei $750.000, mal distinguindo as mãos. E então, quando o conto de fadas acabou, tive que estudar.

— Seus jogos no Hustler são, aliás, um exemplo ideal de como o poker funciona hoje. Os profissionais de poker que você convida estão longe do topo. Mas eles jogam contra caras que não distinguem uma dama de um rei. E é assim que qualquer bom jogo se parece agora: você só precisa ser amigo de ricos viciados. Tenho amigos que jogam regularmente nessas mesas – e eles ganham 10 vezes mais do que qualquer jogador famoso. A capacidade de entrar nesses jogos é o seu principal talento. E se você quiser se tornar um profissional de poker hoje (especialmente ao vivo), sem essa habilidade (infelizmente!), você não chegará a lugar nenhum. Não é mais possível simplesmente vir, sentar e jogar – você tem que conhecer as pessoas certas e beijar suas bundas.

– É assim. Hoje em dia você não consegue nem encontrar um bom jogo de $25/$50, todas as mesas caras são privadas.

— Bom que tudo isso ainda quase não afeta os torneios. Você provavelmente não entrará em um bom jogo privado em Hollywood, mas participará de quase todos os torneios e jogará igualmente com todos os outros. Mesmo se você for o maldito Martin Kabrhel!

Martin Kabrhel

— Por que você não vem ao nosso stream? Quantas vezes eles ligaram?

– Eu odeio cash games. Era uma vez, uma época em que eu precisava disso para ganhar buy-ins para torneios. Agora, para que preciso disso? O único jogo que me interessava, em teoria, era o 8-game no Bobby's Room. Sim, era divertido lá quando Doyle jogava, todo mundo conversava e bebia. Mas hoje eu nem vou lá! E sentar e jogar duas cartas não há nada para se falar...

Ganhei dinheiro quando tinha 20 anos, então agora, quando estou prestes a completar cinquenta anos, só fáco o que quero. Mas quero jogar torneios high roller e competir em igualdade de condições com os melhores. E todo o resto para mim parece um trabalho que não preciso há muito tempo. Então, Nick, seria interessante para você sentar e jogar blackjack por $5 o dia todo? É assim que vejo o cash hoje.

— Por que você precisa de torneios?

— Por que as pessoas jogam videogame? Porque é divertido! Você acumula experiência e obtém conquistas. MTT é meu videogame e sou um personagem dele. Esta não é uma história sobre dinheiro. Dediquei minha vida ao poker porque sempre adorei, não para ficar rico. Não acredito de forma alguma que você possa fazer algo estritamente por dinheiro, sem sentir paixão pelo seu negócio, e ter sucesso. Por que gastar 40 horas por semana fazendo algo que você não gosta?

— Já ouvi você se considerar introvertido mais de uma vez. Comente sobre isso?

— Sim, meu tipo de personalidade parece ser chamado de “introvertido sociável”. As pessoas sempre entendem mal o que significa ser introvertido ou extrovertido. Se você é introvertido, isso não significa que não saiba se comunicar com as pessoas ou que tenha medo delas. Esses conceitos descrevem estritamente uma coisa: como você descansa e recarrega as energias. Quando me comunico com as pessoas, desperdiço energia e fico cansado. E depois disso, descanso no sofá, sozinho. É por isso que nos intervalos dos torneios eu nunca saio para almoçar com ninguém, apenas vou para o meu quarto para recuperar o fôlego.

Os extrovertidos, por outro lado, ficam energizados quando interagem com as pessoas. Felizmente, Amanda é como eu: quando temos a opção de assistir um filme em casa ou ir a uma festa, sempre optamos por sentar no sofá. E mesmo quando estou sozinho, não consigo imaginar como é possível ficar entediado: tenho um laptop, um smartphone, livros e uma academia. O que mais você precisa?

– Como vão as coisas com Amanda? Você twittou que estava comprando uma casa?

– Sim, já compramos, vamos nos mudar em breve. Quando nos casamos, ela foi morar comigo. Mas acho que os noivos sempre precisam de um novo lar que seja só deles. Além disso, Amanda realmente quer morar perto da água, então compramos uma casa perto do Lago Las Vegas. Não é muito perto, mas você pode comprar uma casa pela metade do preço da mesma na cidade.

Casas perto do Lago Las Vegas são mais ou menos assim

Tenho muitas ideias sobre a decoração: vou construir uma academia de 90 metros quadrados lá, vou construir uma quadra de basquete no quintal... Então, ano que vem estarei filmando vlogs da WSOP a partir dali. E avisei a Amanda que não iria dirigir 40 minutos de ida e volta todos os dias, iria morar em um hotel.

— (Lynne) Qual é a principal vantagem da vida familiar? E o que você descobriu quando se casou?

– Ouça, nos primeiros meses de Covid e lockdown, finalmente aprendi o que é o amor verdadeiro. Pela primeira vez na vida, disse “eu te amo” a alguém e entendi o que essas palavras realmente significavam. Quando você ama uma pessoa exatamente como ela é – e não como ela pode se tornar quando se livrar de algumas deficiências. Amanda é a única pessoa no mundo com quem posso ser 100% eu mesmo. E quando nos casamos, senti que finalmente consegui tudo o que sonhei na vida.

Daniel e Amanda se casaram em 17 de maio de 2019 na Califórnia

E eu nunca tive nada assim antes! Você sabe, aos 20 anos, todo mundo diz que não se importa com o que os outros pensam – mas na verdade, todo mundo está extremamente preocupado com isso. Aos 30 você se preocupa menos. E depois dos quarenta, se tudo deu certo na vida, você simplesmente não liga mais! Eu vivo como vivo, comigo está tudo bem, se você não gosta de alguma coisa, bom, vá para o inferno.

Eu costumava discutir muito com as pessoas no Twitter, mas isso também desapareceu à medida que fui crescendo. Somos todos diferentes – todos temos algumas coisas boas e outras ruins. As pessoas estão tão cansadas de dividir tudo em preto e branco, reunindo-se de acordo com seus interesses e julgando todos os outros. “O que você escreveu nas redes sociais? Bem, claramente, você é um idiota. Mas vamos matar esse cara por causa de um tweet de 20 anos atrás.” Isso tudo é um absurdo! Quero acreditar que posso ser amigo de uma pessoa, mesmo que ela tenha opiniões diferentes. Vou tirar sarro dele, deixá-lo me trollar de volta – tudo bem. Mas por que deveríamos nos odiar? Ninguém entra no Twitter para se convencer, todo mundo só quer ler sermões. É por isso que parece que metade das pessoas nas redes sociais concordam entre si em tudo – e desprezam tudo o que a outra metade faz e pensa. Como resultado, você conhece uma pessoa de quem gosta – e de repente você se pega com medo de perguntar a ela sobre política, sobre religião, sobre tudo isso. Deus não permita que ele responda algo errado! Absurdo.

— Conte-me sobre como as crianças com quem você jogou!

– Sem problemas! Eu estava passeando com os cachorros, de repente apareceu um cara. Um terno novo, camisa branca. "Posso, tomar dois minutos do seu tempo?" Pensei que era um mórmon. E de repente ele: “Teremos nosso último jogo de poker em casa em uma hora, estamos todos indo para a faculdade. Você pode entrar lá e dizer olá? Cheguei em casa, contei para Amanda e fiz uma pesquisa no Twitter. Todos disseram por unanimidade que definitivamente eu deveria ir. Bem, peguei alguns produtos da GGPoker e fui visitá-los, dei algumas roupas para eles e depois joguei um pouco com eles.

Eu me perguntei que tipo de adolescentes eles eram! Eu definitivamente não era assim na idade deles. Todos sentados de terno, ouvindo música clássica. Ninguém bebe. Eu pergunto a eles, onde vocês estão indo? E eles disseram, vamos para as universidades da Ivy League! Literalmente, a futura elite, e estava sentado entre eles, que nem terminaram a escola. Legal, no geral, fiquei muito satisfeito. Mas nenhum deles sabe jogar, ha-ha!

– Eu também não terminei a escola! E já agora, sobre “a capacidade de jogar” – como é que os problemas pessoais e o mau humor afetam o teu jogo? Depois do escândalo com J4o, por muito tempo não consegui recuperar o juízo e também nada funcionou nas mesas.

O profissional de high-stakes Garrett Adelstein diz que o dispositivo vibratório pode ter ajudado a novata Robbi Jade Lew a ganhar um pote de seis dígitos contra ele

Leia

— Bem, obviamente, quando você está preocupado com alguma coisa, é difícil se concentrar no poker Mas devo admitir: em geral, fui feliz durante toda a minha vida. Tenho pais maravilhosos e sempre tive sorte em tudo. O único período sombrio da minha vida de que me lembro foi o ano de 2010 ou 11, quando Amanda e eu terminamos. Vivi como o inferno por várias semanas.

Daniel e Amanda no set de The Big Game, 2010

Mas ainda hoje posso imaginar estados emocionais difíceis. Há alguns anos, Amanda foi diagnosticada com transtorno bipolar. E desde então venho estudando essa doença para poder sempre apoiá-la, entendê-la. E ela mesma me ajuda muito, me avisa com antecedência: tipo, eu chego em casa e ela fala: “Daniel, não estou no melhor momento”. Então eu sei desde o início que se ela for dura e rude, não é por minha causa. Tudo bem para mim. Caso contrário, parece-me que metade dos homens do planeta anda pela casa e se surpreende: “Droga, o que eu fiz para deixá-la com raiva?..” Sim, pode não ser sobre você!

— O que essa experiência lhe ensinou?

– Ouça um ente querido. Tente não aumentar o estresse nem fazer seu parceiro se sentir culpado por sua condição. Abrace com mais frequência, tranquilize – e se necessário, não jogue. Se você quiser entender o que é bipolar, assista à série Modern Love com Anne Hathaway. Mostrado perfeitamente – tudo é exatamente igual ao de Amanda. Todas essas transições instantâneas do estágio eufórico para o estágio depressivo, de explosões selvagens de energia à apatia completa.

Em geral, todos deveriam estudar este tema. Por exemplo, quando uma pessoa está em fase depressiva, ela não consegue sair da cama. E muitas pessoas cometem o erro de começar a encorajá-los – tipo, junte-se, seu covarde, levante-se e vá embora! Isso é completamente desnecessário e definitivamente não funcionará.

– Bem, vamos encerrar! Algumas perguntas aleatórias no final. Como é o seu dia?

– Meu dia é o mais chato do mundo! Atualmente estou fazendo uma pausa entre as séries, então estou apenas aproveitando para relaxar. Eu passeio com os cachorros. Eu bebo muita água. Sou estúpido na Internet. Vou à academia. À noite, assisto séries de TV com Amanda. E nada de poker ainda – mas estarei de volta às mesas em breve.

– Filme favorito?

– Gênio Indomável

– Podcast favorito?

– Club Random de Bill Maher. Ele e os convidados fumam maconha, bebem e conversam sobre tudo no mundo: política, sexo, qualquer coisa. Assista ao episódio com Woody Harrelson, é muito engraçado.

– Qual é a chance de ver você no Hustler? Se você não quer dinheiro, deixe-nos organizar um SnG high-roller para você. Bebidas por minha conta.

– Chance... Bem, acima de zero, haha! Vamos nos encontrar e conversar algum dia. Vou levá-lo a um restaurante vegano legal.

– Vegano? Então, o que devo comer lá?

– Você não vai se arrepender, acredite. Você gosta de macarrão?

– Meu sobrenome é Vertucci! Você acha que eu gosto de macarrão?