Quando um raise e um reraise já foram anunciados diante de nós, temos que jogar muito tight. Isto é verdade para todas as posições (tanto as nossas quanto as dos agressores) e quaisquer stacks efetivos. A maioria dos jogadores entende isso.

No entanto, o que exatamente devemos fazer quando estamos fortes demais para desistir? Quão forte deve ser a nossa mão para fazer 4-bet e qual o tamanho ideal? Temos o direito de blefar? E é possível fazer cold call?

Neste artigo, tentaremos fornecer algumas respostas.

Cold call no BTN

A menos que abramos o pote, pagar uma 3-bet é quase sempre errado. Exceções ocorrem em deep stacks e na posição ideal, o botão. Mas mesmo nessas condições são extremamente raras. Quando a nossa mão não é forte o suficiente para fazer 4-bet, não devemos lutar pelo pote de forma alguma.

Americas Cardroom

4.2

Site de poker com excelentes mesas de cash e prêmios milionários

Black Chip Poker

4.2

Uma sala de poker para PC bem confiável

Código
Digite o código na linha "Código de referência":

PartyPoker

4.9

Satélites para torneios ao vivo, software simples e freerolls a cada hora

Cadastre-se usando este link para ganhar os bônus do GipsyTeam:
  • Aumento do bônus de primeiro depósito
  • Aumento de rakeback e em bônus
  • Ajuda com depósitos e saques
  • Acesso a freerolls exclusivos
  • Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana

Confira as frequências de jogo do solverno botão em resposta a aumentos e reaumentos de diferentes posições em diferentes tamanhos de stack:

Como você pode ver, mesmo na melhor das hipóteses, do botão, é necessário para desistir de mais de 90% das mãos e, na pior das hipóteses, quase 97%.

Dar call torna-se parte de uma estratégia ideal quase exclusivamente em stacks muito grandes porque é quando a posição dá a vantagem máxima. O botão pode se dar ao luxo de entrar em potes com um pouco mais de frequência porque obtém mais de 100% de equidade pós-flop.

Um jogador que abre e recebe 3-bet e paga encontra-se em circunstâncias difíceis. Apesar das pot odds atraentes que provocam um call, jogar deep stack fora de posição contra dois adversários é bastante desagradável.

O botão pode estar mais aberto a pagar a 3-bet após um raise do hijack e um reraise do cutoff. Vamos ver com quais mãos o solver gosta de dar cold call:

O range parece bastante condensado. O botão fará 4-bet por valor com as mãos mais fortes (observe que ele não faz trap com e quase nunca com e AKs). Blefes devem ser feitos com bons blockers quando falta um pouco de equidade para pagar.

Mãos ideais para pagar são suited conectors (SC) altos e pocket pairs de noves a damas. Eles combinam a boa equidade do cold call com boas chances de ganahr grandes potes em potes multiway.

Os call de baixa frequência são feitos principalmente para cobrir certas texturas, permitindo ao botão ter mãos fortes em flops que ele perderia com cartas altas, e mãos para blefar em boards bons para ele.

A ausência de ases em um range de cold call não significa que você nunca deva fazer slowplay. Acontece que ases não são a melhor mão para fazer slowplay com stack tão grandes, porque se o cutoff estiver pronto para jogar pelo stack, devemos dar-lhe esta oportunidade. Nossos slowplays são reis, damas, alguns valetes e AKo. Quando fazemos cold call com essas mãos, se o hijack 4beta e o cutoff folda, podemos ir all-in com eles com alguma frequência.

Porém, se o hijack fizer 4-bet e receber um push do cutoff, continuaremos apenas com e calmamente jogamos fora todo o resto, perdendo apenas 8 bb.

Nossa resposta à 4-bet e ao call será bem restrita:

Cold call no BB

Mesmo no CO, o cold call é indesejável. Não é que a posição de cutoff seja muito pior que a do botão – é só que quase todos os call do botão são feitos contra uma 4-bet do cutoff, e não contra posições anteriores com seus ranges super-tight.

A única posição além do botão onde você pode pensar em pagar é no big blind. Abaixo você pode ver as frequências do BB para diferentes stacks efetivos contra um raise do botão e uma 3-bet do small blind:

O BB também faz alguns cold calls quando o small blind aumenta contra um raise do cutoff ou até mesmo do hijack, mas à medida que o range dos oponentes se fortalece, esta opção rapidamente desaparece.

Em 100bb, o big blind paga da mesma forma que o botão, contando com SC altos e pares médios:

Porém, já em 60bb, o range de cold call é completamente construído em torno de ases:

Não é que nos preocupamos tanto em obter equidade com mãos marginais que defendemos com ases: não, só temos medo de assustar os nossos adversários quando temos a melhor mão! Em 60bb, ao contrário de 100bb, os ases continuam sendo os melhores em quase todos os flops.

A mudança brusca na estratégia de 30bb em comparação com 40bb é explicada pelas mudanças no tamanho da 3-bet. À medida que o stack efetivo diminui ainda mais, a 3-bet torna-se menor, o que reduz a atratividade dos shoves, e começamos a fazer slowplay com ases novamente:

ICM

Na minha experiência como treinador, os jogadores abandonam a 4-bet obrigatória em favor do call quando querem um jogo com menos variância e não querem decidir tudo nos confrontos pré-flop.

No entanto, pagar não leva a menos variância! A análise das situações de ICM confirma isso. Quase sempre, a pressão do ICM força você a fazer 4-bet ou desistir em vez de pagar. Afinal, a variância é mais forte em showdowns e os call levam mais frequentemente a showdowns do que em 4-bets. Existe a menor variância nos folds, mas uma 4-bet permite-nos ganhar alguns potes sem luta, reduzindo a variância.

A desvantagem de reduzir a variância é que perdemos oportunidades de ganhar fichas. Contudo, sob intensa pressão do ICM, muitas vezes estamos dispostos a pagar este preço. Ao pagar em vez de fazer 4-bet com um monstro, ganharemos potes maiores, mas também seremos eliminados do torneio com mais frequência. Ao pagar em vez de desistir com uma mão marginal, temos mais probabilidades de perder um pote pequeno ou médio e por vezes ganhar um grande, e esta não é de todo a estratégia que o ICM quer que façamos.

Size

Outra razão pela qual muitos jogadores não conseguem fazer 4-bet de forma ideal é devido à falta de conhecimento sobre tamanho. 3-bets são geralmente 3-4 vezes o open raise, e as pessoas muitas vezes transferem a mesma proporção para 4-bets, mas isso é um erro. 4-bet, especialmente cold 4bets, deveriam ser muito menores, e aqui está o porquê:

– Uma pequena 4-bet é suficiente para obter um SPR baixo no flop, mesmo com um stack efetivo de 100bb. Portanto, nossas mãos mais fortes (pocket pairs altos) não precisam tentar ganhar o pote pré-flop – elas se sentirão confortáveis ​​jogando pelo stack na maioria dos flops.

– Qualquer um, mesmo uma 4-bet muita pequena, usa a ameaça de jogar todo o stack para gerar fold equity. Uma 3-bet que enfrenta uma 4-bet não tem o direito de fazer um call baseado estritamente nas pot odds. Ele deve considerar os riscos de jogar pós-flop, não pode jogar pares pequenos para um set, e assim por diante. Mesmo pares como dez e valetes são frustrantes de jogar por stacks em flops baixos porque há muitos pares altos no range do 4-bettor.

– Mesmo que a nossa pequena 4-bet não seja suficiente para squeezar o 3-bettor, forçaremos o open raiser a desistir com mais frequência e obter EV adicional graças a isso. Qualquer uma das nossas 4-bets coloca pressão máxima sobre ele.

– Os ranges de cold 4-bet são lineares e consistem em mãos com maior equidade. Um tamanho relativamente pequeno ajuda os mais fracos, o que só será lucrativo se mantiverem mãos ainda mais fracas no range do adversário.

Com 100bb deep, o GTO Wizard faz 4-bet para 20bb em vez de uma 3-bet de 8bb em posição e 21bb fora de posição. À medida que os stacks diminuem, o tamanho relativo da 4-bet diminuirá. Assim, em 40bb responderemos a uma 3-bet de 6,3bb com uma 4-bet de 12bb em posição e 13bb fora de posição. Esses tamanhos pequenos permitem-nos não nos amarrar firmemente ao pote e nos dão a oportunidade de desistir para um all-in.

Sim, algumas de nossas mãos sofrem mais do que outras por receberem essas pot odds, especialmente fora de posição. Portanto, muitas vezes você pode encontrar uma estratégia de dois tamanhos. Aqui, por exemplo, está a reação do small blind a um open raise do hijack e a uma 3-bet do cutoff em stacks de 40bb:

E mesmo em 100bb, podemos simplesmente fazer shove com algumas mãos difíceis, evitando uma situação pós-flop difícil contra um 3-bettor em posição:

Nossa estratégia sob pressão do ICM é ainda mais interessante. Por exemplo, com um stack de 25bb no estágio em que 25% do field permanece em jogo, o SB parece fazer 4-bet de 10bb e então desistir para o push:

Ao jogar por ChipEV, o solver nunca fará tal aumento, pois se considerará comprometido com pote com qualquer mão e preferirá ir all-in. Mas o modelo ICM valoriza muito as fichas salvas, por isso não cai em probabilidades de call e encontra folds difíceis. A propósito, embora pretendamos desistir para um all-in com algumas mãos, não devemos considerá-las blefes: elas estarão à frente se a nossa 4-bet for paga.

Conclusão

Quando enfrentamos um raise e um reraise, precisamos de mãos muito fortes para continuar, pois estamos diante de dois jogadores com ranges ilimitados. Quase tudo precisa ser foldado. A nossa participação na mão depende das posições e do tamanho dos stacks.

Se a nossa mão for muito forte para desistir, normalmente devemos fazer 4-bet, e geralmente com um tamanho pequeno, especialmente nas fases finais dos torneios. Pagar só é permitido em condições especiais porque a última coisa que queremos com mãos monstruosas é dar aos nossos oponentes a oportunidade de nos atropelar de forma barata. E sem monstros, é melhor não acabar nesse pote!